Visualizações
Um blog sobre design e fotos para vinhos com case studies, tutoriais e dicas de vinhos, design e fotografia.

Navigation Menu

featured Slider

Post mais recente

Vinhos Sidónio de Sousa

A execução técnica deste trabalho está aqui bem espelhada e não oferece dúvidas quanto à boa produção gráfica exigida, como se mostra na foto.
Quanto ao design própriamente dito, explorámos as formas orgânicas e estético-plásticas do logotipo que criámos para a Empresa produtora deste vinho.
Quanto ao vinho, a colheita das uvas foi feita no ponto ideal de maturação e manualmente, a fermentação efectuada em pequenos lagares, sem adição de leveduras nem enzimas, mantendo assim, os princípios enológicos tradicionais como forma de identidade revelada nos seus vinhos. O estágio dos vinhos tintos de Baga é efetuado em toneis de 4.000L de madeira avinhada, carvalho nacional “Piunço” com mais de 80 anos com o objetivo de manter intactos os aromas vínicos das castas, sem a presença excessiva do aroma a madeira nova .
0

E se tivesse conhecido o Bill Gates antes da Microsoft? E o Steve Jobs antes da Apple?

Foto: Endeavour
A 7ª Gala Montepio Acredita Portugal é a oportunidade para isso mesmo. Dia 2 de junho os vencedores do maior concurso de empreendedorismo do país serão anunciados no Centro de Congressos de Lisboa. Entre os 21 finalistas, são escolhidos 7 vencedores, um por categoria, que são: Empreendedorismo Social, Prémio K. Tech (de tecnologia), Prémio Brisa Mobilidade 2017, Saúde, Materiais/Indústria, Produtos e Serviços. Depois de meses de trabalho, os empreendedores finalistas do Concurso Montepio Acredita Portugal irão apresentar o seu pitch perante investidores, conselheiros e parceiros e disputar os prémios em jogo. Este é um evento de promoção do empreendedorismo aberto ao público e de inscrição gratuita. A inscrição no evento é feita através de
https://www.eventbrite.com/e/bilhetes-vii-gala-montepio-acredita-portugal-33389734595?aff=Blogs
0

Camisola 10


O equipamento do Benfica é composto na generalidade por camisola vermelha com gola, remates e calções brancos. Daí quando se fala do Benfica, dos encarnados, estamos a referir-nos baseados nesta cor caracteristica. Uma cor forte e vibrante como é por exemplo o característico vermelho ferrari. Indiscutível portanto a utilização desta cor neste projecto. O mítico nº 10 do Benfica usado por exemplo por Eusébio, Aimar, Gaitán, Rui Costa, Coluna, Valdo, Rogério Pipi Chalana, traz-nos à memória feitos gloriosos de vitórias aqui e além fronteiras. Neste caso outro elemento importante para este conceito seria então o nº 10 como mote e com o significado que acima escrevemos. Para reforçar a imagem. memória e utilização da camisola 10 o rótulo envolverá todo o perímetro da garrafa como se de uma vestimenta se tratasse. Para maior e afincada alusão todo o fundo será cunhado simulando a malha de uma camisola.
O nº 10 tema fulcral do conceito tem aqui predominância máxima sobressaindo do fundo através de cunhagem e relevo de pontos de costura, bem como está a ser estudada uma nova técnica gráfica para que os nºs sejam apostos separadamente sobre o fundo do rótulo. A produção técnica deste rótulo é exequível, obrigando no entanto a uma qualidade e produção gráfica de superior qualidade, apoiada também num papel novo feito à base de fibra de algodão, reforçando portanto ainda mais a vestimenta e o conceito que aqui se descreve. Queremos com esta alusão aos pontos de costura e relevo sugerir que este nº só é utilizado, só deverá ser utilizado, em ocasiões e por pessoas especiais, honrando assim a memória dos anteriores jogadores que vestiram este nº10. Queremos simbolizar o carinho com que se trata este nº elevando a atenção com um propósito de autenticidade e aplicabilidade diferenciada das demais camisolas. O texto em Ipsylorum fará alusão a esta mística, bem como o propósito e fundamento desta ideia/produto.
A marca CARMIM será reunida e aposta, com todos os elementos obrigatórios, de aprovação da comissão, no mesmo campo visual.
A embalagem, em tubo de cartão, obedecerá ao mesmo príncipio e conceito de que nos servimos, para desenvolver este trabalho de packaging, que projectámos e desenvolvemos sobre um propósito simples, minimalista mas contudo carregado de significado, força visual e psicológica.
0

A importância do rótulo

A importância do rótulo na aceitação dos produtos pelos mercados
0

Entrevista


Entrevista com o enólogo José Carvalheira, onde ele explica como degustar e pedir um vinho em linguagem bastante acessível. José Carvalheira é enólogo da Caves São João e assina muitas marcas portuguesas de excelente qualidade.

0

S Joao Clássico

vendido
Esta marca icónica da Bairrada lança agora este vinho clássico. Fundamentá-mos a  imagem no tradicional elemento porque ficou conhecido o Frei João. Neste trabalho utilizámos um papel de extrema qualidade e em primeira mão, com produção técnica de alguma complexidade e exigência como se poderá visualizar na imagem. Quisemos traduzir e passar a mensagem do que nos foi pedido no briefing: um vinho com inequívoca referência ao tradicional e ao clássico.
0